Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2017

... uma ida à pediatra!

Bebé V,

A pediatra que te acompanha desde os primeiros segundos de vida.
Margarida Fortunato!
Quando nasces-te ela estava lá, por coincidência (já era pediatra dos primos) !
Recordo-me perfeitamente de no meio das minhas lágrimas dizer " Olhe o rimel, não chore que fica toda borrada, o miúdo é perfeitinho " .
Sorri. Chorei.
E ficou ela, a pediatra do bebé (já iria sê-lo), estava ali, naquele que era um momento importante!
O teu nascimento!
O tão fantabulástico que isso é!
Gosto de criar laços, de ter pessoas que nos são queridas. Que deixam de nos ser estranhas.
É a tua pediatra! Que te viu nascer! E certamente irá permanecer nas nossas vidas por imenso tempo!
É despachada, direta, e gira!
A mamã não faz a coisa por menos!

Ora hoje, fomos os três, à consulta. Avó e mamã!
A avó não falha uma! E felizmente que assim o é!
Temos a melhor nas nossas vidas!
Compeinheiraça!
Obrigada!
Consulta dos vinte e dois meses, adiámo-la, já havia ter sido na semana anterior.
Bem mais div…

Dias daqueles...

Fim-de-semana que se prolonga pela semana.
Com sabor a férias em casa!
Família.
Primos!
Bebé feliz de tanto " bincá ".
Sol sobre os dias que nos aquecem.
Mergulhos que refrescam.
Música.
Bebidas geladas.
Praia.
Pão caseiro.
Feito por "nós", ou melhor, por ela, e pelos miúdos que depressa meteram a mão na massa!
(Um jeitaço ter uma chef de farinhas e doçuras cá em casa!)
Grelhados saborosos.
Gelados e sobremesas!
Bolas de berlim!
Realização  de vídeos da nossa mais recente youtuber.
Gargalhadas.
Make up maravilhosa!
Bolas de sabão.
Pés descalçoes.
Roupas simples.
Dias longos.
Noites perfeitas.
Sem filtros.
A vida ao natural.




DB 




















Ser mãe de menino...

É...
É perceber que existem 50 mil tons de azul!
É ter um pequeno, grande ser, corajoso!
É receber os maiores abraços!
É ter as melhores gargalhadas!
É brincar com carrinhos!
É correr atrás!
É jogar à bola!
É marcar golos!
É correr!
É dançar!
É ser pirata!
É ter castelos com dragões!
É pular!
É saber todas as marcas de carros!
É ter um protetor!
É receber beijinhos!
É ter igual vaidade nos trajes do príncipe!
É estar enamorada, sempre!
É receber uma energia inigualável.
É enfrentar medos!
É ver 73545272812984645545 mil episódios da patrulha pata!
É receber todos os dias a melhor conquista!
É ser apaixonada para sempre!
É uma indeterminada continuação de "ÉS".
É ser-se mãe!



Ter para a vida toda, um companheiro.
É ter um príncipe que faz de nós as únicas rainhas.

E eu que queria uma menina, fiquei rendida aos 50 mil tons de azul, a este meu pequeno giraço :)
Os miúdos podem ser cheios de estilo. Podem. E devem!

DB


Noites de verão!

Noites de verão.
Roupas leves.
Jantares demoradas.
Passeios ao ar livre.
Gelados na mão.
Brisas suaves.
Dias longos.
Gargalhadas.
Simples assim.

Obrigada senhor verão,
por nos dar tempo de ter tempo.
Familia.

DB























Honorato sushi | Algés               Nosolo | Belém

Meu pequeno anjo.

Sonhei-te desde sempre.
(Filha única.
És o primeiro dos três. Que desejo)
Não te imaginara assim de tamanha perfeição.
És-me tudo.
Desenhas na minha história o melhor de mim.
E de repente, as linhas do tempo páram numa constante, só para te voltar a ver tão bebé.
Sim, tão bebé. Aqui, três semanas de ti.
Cresces à velocidade da luz.E não consigo segurar o tempo.
Viajo em imagens até aos nossos dias tranquilos.
Do teu sossego em mim.
Fica a saudade de cada momento que já passou.
E ficam somente as memórias para recordar. 
Mas agarro hoje, cada desassossego teu.
Cheio de vida.
De rebeldia.
De ti.
Ensinas-me a esculpir o dia-a-dia.
A limar arestas.
A deixar a vida tão melhor. 
E na mais ardúa tarefa de ser-se mãe.
Existindo ainda momentos exaustivos.
Que existem. 
Sou-o por completo.
É o papel da minha vida.
Sê-lo.
Ser mãe...
Uma relação umbilical.
A mais íntima.
Que nos proporciona os vinculos mais fortes para todo o sempre.
Educar-te. E no caminho... mimar-te. Abraçar-te. Amar-te.

Aniversário do primo Simão!

Dia 1 de agosto...
... lembro-me como se fosse hoje!
2014.
Sexta-feira!

Simão,
Percorri o caminho até chegar à luz sem falar.
Senti-me encurralada por um misto de sensações que me cortavam a respiração!
O meu primeiro sobrinho! 
Sabia que, ao entrar na porta do quarto não estarias ali.
Abracei-te cunhada, lembro-me de dizer-te "não digas nada". Das tuas mãos me apertarem. Senti os teus medos. A tua angustia. E nada tinha para te dizer, somente que correria tudo bem. 
Fui de mickey gigante na mão.
Sabia que não o sentirias. Mas estava ali. Para ti. Cor, vida e pedaço de quem te quer bem.
Somente pais e avós poderiam ver-te.
E eu?! Sou a tia! Pedi para que me deixassem entrar uns segundos.
Deixaram.
Trajei-me de bata, desinfetei mãos, suspirei.
E lá fui... em passos pesados pelo aperto do coração.
Ali estavas tu, pequenino, cheio de tubos e de um ninho de vidro a encubar-te.
Segurei o choro deixando cair as lágrimas.
Rezei.

E aqui estás tu,
cheio de traquinice,
rebeldia…