Avançar para o conteúdo principal

Vinte e oito!

Os meus 28.
Comemorei em Março, dia 24.
No ano passado, planeei uma festança, que não realizei. Infelizmente. Perdi a minha avó paterna no dia seguinte. Diz-se que a vida é assim!
Este ano, decidi não fazer festa. Simplesmente porque não me apetece. Não me apetece tanta coisa!
O bebé V ensinou-me a aperfeiçoar características já minhas. E se não me apetece, não me apetece. Ponto final.
Adoro comemerar o meu aniversário. Não fiz a festança que ficou pendente, fiz a festa com os meus.
Bem cedinho acordei com os presentes e miminhos do marido.
Pela manhã fui ajeitar o cabelo (ajeitar esse que me valeu um palmo de cabelo cortado)!
Almoçámos por aqui, com o bebé, com os papás, a Tia e a avó!
Com direito a soprar as velas (a Tia fez um bolo, magnífico) !
Á chegada (em minha casa) tinha os 28 em balão e presentes por abrir! Adoroooooooooo :))
Durante a tarde uma sessão de compras com a mamã!
Á noite fui ramirar com o marido, os meus cunhados e um casal amigo.
Com direito a balões. Corações e bolo também. Obrigada :))
Que dia leve. Tranquilo. Em paz.
Fomos de fim-de-semana... parámos em Fátima! E em Leiria!
Gargalhadas.
Comida boa.
E excelente companhia.
Existe melhor?
No regresso, do fim-de-semana, o aniversário do meu avô Carlos (Faz a 26).
Jantar em familia.
E apaguei as velas novamente!
Ora para quem não queria festanças foram três bolos.
A festa, está em nós.
(No final da noite, o melhor foi mesmo dormir, estava exausta de tanto " laurear a pevide " ,
ás vezes tambem cansa!)

DB






































( Um pouco do fim-de-semana, não era viável publicar as 1938476563467438537 fotografias que tirei )


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os tios vão casar!

Ainda sobre dia 2 de Julho...

O tio Mário pediu a tia Joana em casamento!
Nada que, não faça sentido, a mamã é uma romântica!
O amor deve ser celebrado!
Registado!

O meu puto como sempre lhe chamei (até ser pai)!
Pediu-me "ajuda" nos preparativos!
Podendo ter como cúmplice a minha mãe!
Pediu-nos segredo absoluto!
E assim foi!
Queria efeito surpresa aos que ama.
E conseguiu!
Estava nervoso, ansioso, ...
E nesses momentos, guardei para mim a certeza absoluta que é amor. Que é para vida.
Que ela é, a mulher da vida dele.
Porque só o que nos faz sentir, é realmente verdadeiro!

Passou um vídeo com um pouco da história ...
Da vossa história!
Enquanto a TIA preparava tudo lá fora. (Disse-me que até as mãos tremiam ao acender as velas)
Alinhou letra a letra com a certeza da verdade em cada uma delas!)
Posicionou as flores.
Prendeu os balões!
Ajeitou o momento!
O meu coração apertado. Tinha o estômago embrulhado de tanta ansiedade.
Somente com o desejo de tudo correr bem (e corre…

Registos!

Fotografar-te é dos maiores prazeres que tenho.
Um vicio. 
Segurar-te em imagem para sempre.
Em qualquer momento.
E em qualquer momento regressarmos no tempo. 
Ter a recordação.
... ter a memória, ter o que o coração guarda.
Mas prezo tanto dar-te em fotografia recordações de ti.
Seguir uma linha desde o primeiro tempo numa continuidade sem fim.
São registos da tua história.
De ti!
De nós!


Aqui estamos nós, a registar os teus dois anos!
A registar o que na vida prevalece, o amor.
Numa sessão fotográfica tão nossa.
Com  a nossa querida Alexandra.


DB 









Ser mãe de menino...

É...
É perceber que existem 50 mil tons de azul!
É ter um pequeno, grande ser, corajoso!
É receber os maiores abraços!
É ter as melhores gargalhadas!
É brincar com carrinhos!
É correr atrás!
É jogar à bola!
É marcar golos!
É correr!
É dançar!
É ser pirata!
É ter castelos com dragões!
É pular!
É saber todas as marcas de carros!
É ter um protetor!
É receber beijinhos!
É ter igual vaidade nos trajes do príncipe!
É estar enamorada, sempre!
É receber uma energia inigualável.
É enfrentar medos!
É ver 73545272812984645545 mil episódios da patrulha pata!
É receber todos os dias a melhor conquista!
É ser apaixonada para sempre!
É uma indeterminada continuação de "ÉS".
É ser-se mãe!



Ter para a vida toda, um companheiro.
É ter um príncipe que faz de nós as únicas rainhas.

E eu que queria uma menina, fiquei rendida aos 50 mil tons de azul, a este meu pequeno giraço :)
Os miúdos podem ser cheios de estilo. Podem. E devem!

DB