Avançar para o conteúdo principal

...

... semana longa a passar rápido.
Com acontecimentos infelizes.
Recebi uma notícia que me roubou as palavras, mas, acredito, que é somento mais uma batalha! E que rapidamente se concertar estes momentos de angustia.
... semana onde se fez sentir um gigante calor, rumamos para o alentejo, para um momento feliz, o batizado do nosso Tomás.

Entretanto,

... chega o fim-de-semana, com a maior tragédia em Pedrogão Grande.
Não existiu tal acontecimento em Portugal nesta dimensão. Nesta monstruosa dimensão!
É notícia internacional o inferno que se vive cá!
A natureza é nos superior. E faz de nós tão pequenos! Tão insignificantes!
A pensar que estavam famílias ali, cheias de planos, para o jantar. Para o almoço de "amanhã".
A pensar que um casal foi feliz de lua-de-mel e dias depois perde o filho num inferno impensável.
A pensar que foram famílias de fim de semana visitar parentes.
A pensar que foi gente de férias, em busca de tranquilidade e de bons momentos.
A pensar que gente que estava na "praia" e no pânico que os assolou, os fez fugir, ficando cercados e perdendo a vida!
A pensar que gente perdeu as casas. O único bem que tinham.
Os animais que não se salvaram.
A pensar que é demasiado trágico.
Pensar que tudo é impensável.
Que num dia se está bem, feliz.
Com projetos.
Com planos.
Com sonhos.
E em segundos a natureza em chamas ceifa vidas. Famílias. Lugares.

E aqueles que honram a farda.
Que arriscam a própria vida.
Que deixam as mulheres, os filhos, a familia.
Que no cansaço se fazem em força. Sem comer. Sem dormir.
A sobreviver e a tentar salvar.
A esses SENHORES. Um gigante OBRIGADA!
São grandes hérois.
Vale-lhes o amor pela profissão.
É impagável o que fazem. (e infelizmente são tão mal renumerados)

Aos milhares de pessoas que juntam alimentos, águas. Para ajudar.
Obrigada! Por ainda existir humanidade! De existir gente do bem!
Que dá, sem receber em troca!

O meu vocabulário perdeu quaisquer letras que possam apaziguar com palavras os corações de quem perdeu.

:(




DB























Comentários

Mensagens populares deste blogue

Registos!

Fotografar-te é dos maiores prazeres que tenho.
Um vicio. 
Segurar-te em imagem para sempre.
Em qualquer momento.
E em qualquer momento regressarmos no tempo. 
Ter a recordação.
... ter a memória, ter o que o coração guarda.
Mas prezo tanto dar-te em fotografia recordações de ti.
Seguir uma linha desde o primeiro tempo numa continuidade sem fim.
São registos da tua história.
De ti!
De nós!


Aqui estamos nós, a registar os teus dois anos!
A registar o que na vida prevalece, o amor.
Numa sessão fotográfica tão nossa.
Com  a nossa querida Alexandra.


DB 









Making of - Sessão de natal dos Quatro

Adoro esta altura do ano.
O natal!
Como é tradição cá por casa, fizemos uma sessão de natal com os quatro!
A Alexandra, fotografa o Vicente, desde os primeiros dias de vida. Aliás, todos!
Ora primos em escadinha Diego e Simão com 3, Vicente com 2, Francisco com 1...
Wow!!!
Sessão no exterior, bem mais fácil de os alinhar (ou não!)
É daqueles momentos que um exército não chega.
Que nos desdobramos em pulinhos, em músicas, e em tudo o que os faça olhar para a objetiva!
Valeu-nos a neve! As sestas bem dormidas! E estarmos na rua!
Correu bemmmmmmmmm dentro daquilo que se espera dos quatro mosqueteiros.
Creio que nos vão contratar para futuras sessões fotográficas! Eheheh

DB

















Portugal dos pequeninos e afins!

Como é giro e interessante levar-te onde também eu já fui, brincar e visitar.
O nosso PORTUGAL DOS PEQUENINOS!
Fui  em miúda umas quantas vezes.
E tu, foste no fim-de-semana a seguir aos teus dois! Altura ideal (Prometo que voltaremos lá)!
Havia de haver um portugal dos pequeninos para gente crescida.
Entrar ali, somente para brincar.
Para rir.
Para sonhar!
Para estar em bem!
Entre o Bussaco e as grutas de mira de aire, beber água do luso diretamente da nascente.
O grupinho gosta disto.
De passear.
De estar.
De voltar a lugares onde já estivemos.
Family trip, nós, num roteiro de fim-de-semana, nesta que é a nossa "casa".
Portugal é, m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o !

Que te orgulhes sempre das tuas raízes, bebé V!

DB